Quinta, 23 Março 2017 09:56

Denúncia de bichos em alimentos da cesta básica do servidor é tema de requerimento e discussão

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

 

Na 7ª Sessão Ordinária do ano realizada nesta terça-feira, dia 21 de março, dois requerimentos apresentaram a discussão a respeito de denúncia em jornal sobre bichos em alimentos da cesta básica entregue ao servidor público municipal. O caso foi levado à imprensa pelo próprio sindicato da categoria.

O vereador Marcio Brianes (PCdoB) apresentou o requerimento nº 190, no qual solicita cópia do processo licitatório que contratou a empresa JV Alimentos Ltda para fornecer as cestas básicas para o município de Sumaré.

O vereador Claudio Meskan (PSB) apresentou o requerimento nº 192 solicitando a quantidade de cestas básicas entregues por mês aos servidores, qual o valor pago em cada cesta e cópia do contrato firmado com a empresa.

“A referida empresa ganhou o processo de licitação no início de janeiro de 2017. Fato que chamou a atenção e que em tão pouco tempo já nos deu o seu cartão de visita ao entregar produtos com bichos, segundo os próprios funcionários!”, comentou Meskan.

O vereador Meskan disse ainda que os servidores têm reclamado é a respeito das trocas de produtos nas cestas básicas, pois sempre que um produto é trocado, estaria sendo substituído por um outro de qualidade inferior.

Outros vereadores também discutiram o tema fazendo o uso da palavra. Várias propostas foram apresentadas, desde o cancelamento imediato do contrato com a empresa e a transformação do benefício em forma de vale alimentação. O público da sessão contou com a presença de vários servidores públicos.

 

Fonte: Câmara Municipal

Ler 1121 vezes

Tapeçaria Maracanã

Programa de reconstrução capilar

 Revista Época

Anunciante Clements

© 2017 - Grupo Interativo Negócios | Jornal Sumaré | Jornal Interativo | Site Interativo

Rua Conceição, 233 - CEP 13.010-916 - Campinas/SP

Fones: (19) 3384-6388 / 99283-6239 Whatsapp

E-mail: contato@jornalsumare.com.br

 

Edições semanais com 5 mil exemplares distribuídos em 175 pontos em toda cidade,
Em supermercados, bancas de revistas e jornais e algumas empresas.