Itens filtrados por data: Quinta, 01 Março 2018

No próximo sábado (03/03) às 10 horas da manhã, será realizada no plenário da Câmara Municipal de Sumaré a segunda sessão do Parlamento Jovem 2018, iniciativa da Escola do Legislativo sumareense. O objetivo é envolver os alunos das redes estadual e municipal em assuntos políticos e sociais, estimulando o envolvimento com as questões ligadas ao dia-a-dia da comunidade.

 

“A reflexão crítica da sociedade se impõe e a Câmara Municipal pode contribuir para que haja efetiva participação na formação de jovens com esta consciência crítica. A participação de jovens nas atividades que aqui são propostas adquire maior relevância, na medida em que são atividades que procuraram difundir princípios fundamentais como o da liberdade de expressão e o da pluralidade de pensamento, bem como o apreço à tolerância e ao diálogo”, comentou o vereador Dudu Lima (PPS) e presidente da Escola do Legislativo, que tomou a frente da iniciativa.

 

Neste dia, os vereadores cedem os seus lugares para jovens estudantes de todo o município. Eles são os vereadores e vereadoras jovens: dirigem todos os trabalhos do Parlamento Jovem, apresentam propostas para melhorar as condições de vida do município e falam sobre as suas ideias. Tudo acontecerá no Plenário da Câmara Municipal, que é o mesmo lugar onde os vereadores realizam as sessões.

 

“O Parlamento Jovem também é uma oportunidade para os estudantes conhecerem o funcionamento do Poder Legislativo, participando de quase todas as ações de que um vereador eleito pode participar”, afirmou o vereador Dudu Lima.

 

Nos mesmos moldes de uma sessão plenária, os vereadores jovens devem seguir as regras fixadas no Regimento Interno do Parlamento Jovem. No dia do funcionamento, a Mesa Diretora assume a direção inicial dos trabalhos no plenário. Na primeira sessão realizada no dia 08 de fevereiro, os 21 estudantes, assim como acontece na sessão legislativa dos parlamentares efetivos, fizeram o juramento de posse e elegeram a Mesa Diretora, composta pelo presidente Lincon Rodrigues Leite, vice-presidente Matheus Vieira, 1º secretária Ana Paula Miranda e 2º secretária Késia Keliane Gomes.

 

Cada vereador será padrinho de um vereador jovem.

Vereador Padrinho

Vereador Jovem

Claudio Meskan

Matheus Cavalcante de Lima

Décio Marmirolli

Mateus Vieira da Silva

Edgardo Cabral

Orlando Nicolau V. Filho

Dudu Lima

Reinaldo Costa de Andrade

Fabinho

Pathenopy Caroline Bertoli

Fininho

Ana Abigail de Sousa Santa

Helio Silva

Giovana da Silva Jamberti

João Maioral

Diogo V. Borges Alves

Joel Cardoso da Luz

Larissa Ap. A. Gundim

Josué Cardozo

Lindsey de Fátima Borges

Marcio Brianes

Jhony Duarte Fernandes

Ney do Gás

Ana Paula Miranda Alves

Prof. Edinho

Karine Lima Monteiro

Ronaldo Mendes

Keite Aline Santos

Rubens Champam

Leison Silva Oliveira

Rudinei Lobo

Alessandro Pantarotto

Dr. Sérgio Rosa

Paolla Eduarda Bertolini Sanchez

Tião Correa

Victor Alves Ferreira

Ullisses

Kezia Keliane Gomes de Jesus

Valdir de Oliveira

Felipe Salvino Rodrigues

Willian Souza

Lincon Rodrigues Leite

 

Aos “vereadores padrinhos” caberá a tarefa de assessorar o parlamentar jovem, dispondo, se necessário, de toda estrutura do Poder Legislativo Municipal. E aos vereadores jovens sanar suas dúvidas e solicitar orientações aos “padrinhos”, respeitando a disponibilidade do mesmo.

As sessões do Parlamento Jovem serão mensais, a serem realizadas no primeiro sábado de cada mês às 10 horas, com exceção ao mês de fevereiro no qual será realizada na primeira quinta-feira por ocasião da diplomação e posse.

 

Fonte: Câmara de Sumaré

Publicado em Sumaré

O veículo bateu em dois carros que estavam estacionados na rua, quebrou o muro e parou na sala da casa; criança sofreu ferimentos leves.

 

Um caminhão desgovernado, sem motorista, carregado com bobinas de aço invadiu uma casa em Sumaré (SP) e feriu uma menina de 8 anos. No acidente, que aconteceu na manhã desta sexta-feira (2) no bairro Santa Olívia, o veículo tombou o carro da família, quebrou o muro e parou na sala, onde a criança assistia à TV.

O caminhão estava estacionado para descarregar em uma empresa de telhas quando começou a descer a ladeira de ré. Um outro carro que estava estacionado na via também foi atingido.

O acidente aconteceu por volta das 8h30 e a criança foi socorrida pelos vizinhos, antes da chegada dos bombeiros. O estado de saúde da vítima não foi informado.

 

Ainda não se sabe por que o caminhão desceu, mas o motorista disse à reportagem da EPTV, afiliada da TV Globo, no local, que havia puxado o freio de mão ao estacionar.

A área foi isolada para a chegada da perícia, que vai investigar as causas do acidente. O Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e a Polícia Militar estão no local.

 

 

Publicado em Sumaré

A Comissão Especial de Inquérito da Câmara Municipal que investiga o transporte coletivo encerrou a fase de depoimentos na manhã desta quinta-feira (01/03) anunciando que pretende denunciar no Ministério Público Estadual o descumprimento por parte da empresa concessionária Ouro Verde ao contrato firmado com a prefeitura de Sumaré.

 

“Essa CPI vai colaborar e muito com a melhora do transporte público de Sumaré, seja do jeito que for. O meu sonho é um dia ligar o rádio e ouvir no noticiário o que ouvi lá de Indaiatuba, que o transporte público melhorou e está com uma frota nova, entre outras coisas”, disse o presidente da CEI, vereador Ronaldo Mendes.

 

Em depoimento à comissão, o gerente das empresas Rápido Sumaré e Ouro Verde, Gilson Grillo, negou qualquer irregularidade. Tudo o que foi colhido com os populares durante as audiências públicas pelos bairros da cidade apontando descaso e desrespeito do serviço prestado no município estará no relatório final com os devidos depoimentos.

 

Os moradores ouvidos reclamaram da péssima condição dos veículos, bancos quebrados, falta de higiene, buracos no teto com goteiras em dias de chuva, falhas mecânicas, falta de freio, entre outros.

 

O gerente declarou hoje à Comissão que há um acompanhamento diário dos problemas apresentados pelos veículos e tudo é devidamente consertado. “Os veículos rodam o dia inteiro e acabam acontecendo alguns problemas, o que é natural. Mas quando isso acontece o motorista liga na garagem e de imediato é encaminhado uma substituição ou um mecânico, dependendo da gravidade do problema. Além disso, temos a manutenção preventiva para evitar que carro pare na rua”, esclareceu.

 

O gerente disse ainda que a cada três mil quilômetros o ônibus recebe uma inspeção visual e alguma coisa sempre é melhorada. Além disso, declarou que os 43 veículos da frota foram vistoriados pela SMMUR (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural) recentemente. “O q eles apontaram de falha já se fazia a correção na hora”, comentou.

 

Também membro da comissão, o vereador Edgardo Cabral disse que esteve no bairro Vila Operária, onde andou por algumas horas, e um dos questionamentos mais ouvido é de que o ônibus quando quebra leva muitas horas para uma substituição. Outro apontamento do vereador foi em relação à velocidade. “Por que os ônibus correm muito e por que param de qualquer jeito nos pontos? Eu já vi ônibus passando no ‘quebra mola’ com velocidade acima do recomendado. E não é isso não que ajuda a causar as quebras do veículo?”, disse.

 

Gilson disse que tem tacógrafo em cada um dos 43 ônibus e a que a leitura é diária. “Não digo que não existe, mas que é pouco porque quando é detectado algum abuso, o motorista é chamado e são tomadas as providências. Não damos ordem para correr”, disse.

 

O vereador Hélio, membro da Comissão, perguntou ao gerente se é de conhecimento dele a obrigatoriedade pelo contrato de um cobrador por ônibus. “Já tem linha que não tem cobrador e isso é descumprir o contrato. Antes de tomar decisões e afastar cobradores das linhas não teria que ter uma resposta jurídica antes? Deveria sim haver uma permissão para retirar esses cobradores das linhas”, indagou.

 

O gerente da Ouro Verde disse que há uma discussão sobre a exigência de cobradores ou não com a prefeitura desde o ano passado. “No nosso entendimento há a possibilidade sim de retirar alguns cobradores de determinadas linhas. Estamos fazendo uma reestruturação e estamos discutindo essa questão legal da presença ou não dos cobradores. Está na parte jurídica e não saberia te informar como está essa discussão atualmente”, disse Grillo.

 

Ronaldo insistiu na renovação da frota. “A frota precisa ser trocada porque os veículos já estão ultrapassados”, disse. O gerente assumiu que a frota tem uma idade avançada e com o passar do tempo o custo da manutenção vai aumentando cada vez mais. “A intenção é fazer essa troca mas também depende de algumas questões do equilíbrio do contrato”, disse Grillo.

 

O relator da Comissão, vereador Rubens Champam, disse que não concorda com as falhas apontadas pelos usuários do sistema de transporte coletivo. “Essa comissão, desde o ano passado tem feito um trabalho sério, dentro da dignidade. O objetivo é melhorar a locomoção do nosso povo. Vai ser bom para o município e até para a empresa. Essa comissão está encerrando e que a população seja atendida e que o contrato seja cumprido”, disse.

 

Finalizados os trabalhos da CEI, o relator agora dá início ao relatório final e quando estiver pronto será apresentado aos outros membros e votado, para que depois seja encaminhado ao Ministério Público e à Prefeitura de Sumaré.

 

Fonte: Câmara Municipal de Sumaré

 

 

Publicado em Sumaré

Tapeçaria Maracanã

Programa de reconstrução capilar

 Revista Época

Anunciante Clements

© 2017 - Grupo Interativo Negócios | Jornal Sumaré | Jornal Interativo | Site Interativo

Rua Conceição, 233 - CEP 13.010-916 - Campinas/SP

Fones: (19) 3384-6388 / 99283-6239 Whatsapp

E-mail: contato@jornalsumare.com.br

 

Edições semanais com 5 mil exemplares distribuídos em 175 pontos em toda cidade,
Em supermercados, bancas de revistas e jornais e algumas empresas.