A Prefeitura de Sumaré investe em uma saúde de qualidade e humanizada. Por meio da otimização dos serviços, em 2017 a Secretaria de Saúde ampliou o atendimento, readequou as unidades de saúde e diminuiu as filas em diversas especialidades. Foram 339 mil atendimentos de urgência e emergência e 8.273 assistidos pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), além de um aumento de 27,44% nas consultas médicas do Ambulatório de Especialidades no 3º quadrimestre, que atendeu a 19.760 pacientes, em comparação ao quadrimestre anterior, quando foram assistidos 15.505 usuários.

 

Para contribuir com a eficácia do serviço, foi implantado o Grupo de Trabalho da Atenção Básica, com foco na melhoria da assistência em saúde, que, entre outras atividades, redimensionou os recursos básicos de todas as unidade de saúde e reorganizou o processo de trabalho entre Atenção Primária, Central de Regulação e Especialidades Médicas; além da criação de 430 Grupos de Cuidado em Saúde, para prevenção e tratamento de doenças.

 

O Departamento de Saúde Coletiva se empenha garantir serviços de excelência, focando na prevenção, orientação e no levantamente de dados. Já o Controle de Zoonoses capturou 687 animais peçonhentos e enviou para o Butantã; a Vigilância Sanitária inspecionou 2.258 estabelecimentos, atendendo a 246 denúncias; a Unidade de Controle de Vetores realizou os mutirões contra o Aedes aegypti, visitando 22.151 casas, além de vistoriar 1.123 pontos estratégicos e realizar ações educativas e de orientação à população. Já a Vigilância Epidemiológica aplicou 132.223 doses vacinas ao longo de 2017, entre H1N1, BCG e Polio.

 

Nos serviços de especialidades, o Nasf (Núcleo de Apoio à Saúde da Família), apresentou 6,7 % de crescimento no atendimento do último quadrimestre de 2017, em relação ao 2º quadrimetre. Ao longo do ano, o CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) Orquídea atendeu 2.623 pacientes, além da participação de 12.458 usuários em grupos terapêuticos e 1.530 consultas médicas. O CAPS Infantil assistiu 1.539 crianças, enquanto o CRESSER (Centro de Referência em Saúde Sexual Reprodutiva) acompanhou 4.314 pacientes crônicos e realizou 4.634 testes rápidos para HIV/Sífilis/Hepatite B e C.

 

“Trabalhamos com uma grande equipe e nosso compromisso é dar resultados positivos para a população. E isso já pode ser percebido por quem utiliza o sistema público de saúde em Sumaré. Zeramos a fila de espera de cardiologia, realizamos capacitação e qualificação dos profissionais da saúde, diminuímos as filas em outras especialidades, melhoramos os serviços de urgência e emergência com novas ambulâncias, tudo visando garantir a qualidade do atendimento”, comentou o secretário de Saúde, Rubens Gatti.

 

Em 2018, a Secretaria de Saúde mantém as ações. Em março, foi inaugurada a UPA (Unidade de Pronto Atendimento do Matão), que, em seu primeiro mês de funcionamento, atendeu a 47,25% pacientes a mais que o antigo PA (Pronto Atendimento). O prefeito Luiz Dalben também conquistou uma nova UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para a região da Área Cura junto ao Governo Federal, além de reforma e ampliação em três unidades de saúde; e o PA do CIS (Centro Integrado de Saúde) de Nova Veneza também passa por reforma.

 

“O primeiro ano de nossa gestão foi cheio de desafios, mas também de grandes conquistas, com uma evolução significativa na qualidade do atendimento. Tiramos a saúde de Sumaré da UTI e estamos trabalhando para dar à nossa população um sistema de saúde cada vez mais humanizado e eficiente. Os ganhos não são apenas quantitativos, mas também qualitativos. O trabalho continua”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

Publicado em Sumaré

Tapeçaria Maracanã

Programa de reconstrução capilar

 Revista Época

Anunciante Clements

© 2017 - Grupo Interativo Negócios | Jornal Sumaré | Jornal Interativo | Site Interativo

Rua Conceição, 233 - CEP 13.010-916 - Campinas/SP

Fones: (19) 3384-6388 / 99283-6239 Whatsapp

E-mail: contato@jornalsumare.com.br

 

Edições semanais com 5 mil exemplares distribuídos em 175 pontos em toda cidade,
Em supermercados, bancas de revistas e jornais e algumas empresas.