O vereador Valdir de Oliveira (DEM) homenageou o sumareense Waguinho Dias que projetou o nome de Sumaré por meio de sua destacada atuação no futebol, sendo reconhecido como atleta de grande qualidade esportiva. A moção de congratulação nº 21/18 foi apresentada e aprovada em sessão ordinária e o atleta esteve na Câmara Municipal recebendo pessoalmente a honraria. Também participou do encontro o presidente, vereador Joel Cardoso da Luz (SD).

 

Waguinho nasceu em Sumaré no dia 23 de julho de 1963, casou com Adriana Dias tendo dois filhos, Siany Dias e Renan Dias. É empresário, formado em Educação Física pela PUC de Campinas, fez sua carreira brilhar como jogador e treinador de futebol.

 

Sua conquista mais recente foi em 2017 com o Tubarão Atlético Clube, onde conseguiu tirar o time da zona de rebaixamento (posição que estava quando assumiu o clube) e classificar a equipe para disputar o Campeonato Brasileiro da série D, além disso fez história conseguindo conquistar a Copa Santa Catarina, consequentemente conseguiram uma vaga para disputar a Copa do Brasil, campeonato da elite do futebol brasileiro. Além disso, em 2009 foi eleito o melhor Treinador do Campeonato Estadual Carioca da Série B.

 

Como jogador atuou por Rio Branco - Americana (SP), Esportivo - Passos (MG), Hercílio Luz - Tubarão (SC), Mogi Mirim (SP), Bragantino - Bragança Paulista (SP), XV Piracicaba - Piracicaba (SP) e Ponte Preta - Campinas (SP). Jogando com nomes de peso como Jorge Mendonça, Gaúcho e Dadá Maravilha.

 

Além dos cargos de Coordenador e Auxiliar Técnico que exerceu no Guarani de Campinas e no Rio Branco de Americana, treinou profissionalmente equipes como o Clube Atlético Tubarão, Internacional de Lages, União Barbarense (SP), Galícia (Bahia), Guarani F. C. Campinas, Portuguesa Santista - Santos (SP), Rio Branco - Americana (SP), Sumaré A.C - Sumaré (SP), Atlético Sorocaba - Sorocaba (SP).

 

Fonte Câmara Municipal de Sumaré

Publicado em Sumaré

Palmeiras já sabe quem será seu adversário nas quartas de final do Campeonato Paulista. Com a vitória por 2 a 1 sobre o Santos, o Novorizontino garantiu a classificação no Grupo C do Estadual e vai encarar o time alviverde.

 

Ainda não está definido, porém, quem decidirá o duelo em casa. Para assegurar a segunda partida no Palestra Itália, o Alviverde precisa de ao menos um empate no Choque-Rei contra o São Paulo, nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), na Arena.

 

A equipe comandada por Doriva subiu aos 17 pontos, com cinco vitórias, contra 14 pontos e três triunfos do São Bento. Com apenas uma rodada a ser disputada, a equipe de Novo Horizonte está garantida no mata-mata para um reencontro com o Palmeiras, time que justamente despachou o time auri-negro do Paulistão em 2017.

De quebra, o Novorizontino ainda confirmou uma das três vagas que o Paulistão dá para a Série D do Brasileirão de 2019. Ituano, São Caetano, Ferroviária, Mirassol e RB Brasil ainda lutam pelos dois outros postos no nacional do ano que vem.

 

 

Publicado em Esportes
Atacante que tem contrato até o meio do ano, pode estender o vínculo pelo menos até dezembro
 

Paolo Guerrero é prioridade no Flamengo, ainda que o Rubro-Negro tenha acertado a contratação de Henrique Dourado, o peruano segue com moral no clube. Mesmo suspenso, ele foi inscrito na Libertadores como o camisa 9 da equipe e já tem a possível extensão de seu contrato sendo discutido pela diretoria.

 

Entretato, Guerrero só poderá voltar aos gramados no dia 3 de maio, o atacante vem treinando por conta própria de olho no retorno ao clube e, claro, na Copa do Mundo que disputará pelo Peru. 

Com o seu contrato chegando ao fim em agosto, a diretoria espera renovar pelo menos até dezembro, o que de fato será a melhor saída para o clube e para o próprio Paolo Guerrero. Ele segue sendo muito respeitado no Flamengo e, por enquanto, Henrique Dourado não conseguiu engatar uma sequência de gols. 

 

O atual dono da posição, Dourado soma 2 gols em seis jogos pelo Flamengo, mesmo buscando sempre a participação nas jogadas, o time ainda precisa se acostumar com as diferentes características do atacante, que saí menos da área que Guerrero, por exemplo, e tem mais dificuldade no pivô. Por outro lado, o jogo áero da equipe fica mais forte, já que ele tem bom cabeceio e posicionamento dentro da área.

Com Paolo Guerrero o jogo é diferente, o peruano saí bem mais de dentro da área e, por vezes, atua até como um segundo atacante, por isso, seria curioso poder ver em algum momento Dourado e Guerrero atuando juntos, mas para isso, Carpegiani teria que abrir mão do 4-1-4-1 pelo 4-4-2.

Se Guerrero se movimenta com mais facilidade, ele perde um pouco no posicionamento, nem sempre está tão bem posicionado como Dourado. No Brasileirão do ano passado, o peruano anotou apenas seis gols, enquanto seu atual companheiro de clube foi as redes em 18 oportunidades.

 

Também podemos levar em consideração a diferença técnica das duas equipes na temporada passada, o que deveria desfavorecer Dourado, mas não foi o caso. Mesmo com um meio-campo menos experiente e técnico, ele soube ser eficiente e aproveitar muito bem as chances criadas.

Com Felipe Vizeu negociado, o Flamengo sabe que precisa ainda mais de Guerrero, se não quiser ter que ir ao mercado novamente atrás de atacante. Caso o jogador brilhe na Copa do Mundo, uma boa venda seria excelente para o Rubro-Negro, mas para isso precisa renovar com o atacante.

E o grande trunfo da diretoria para manter Guerrero motivado é o fato de poder disputar alguns jogos da Libertadores antes do mundial, o que seria perfeito para que o atacante chegasse em bom nível na Rússia. 

Sem o jogador, pelo menos por enquanto, gol não tem sido um problema para o Flamengo, que dificilmente fica um jogo sem balançar as redes. A dor de cabeça de Carpegiani é o sistema defensivo, que mostra bastante fragilidade principalmente pelas laterais.

 

Mas ter uma figura como Guerrero, jogador de seleção e muito respeitado em toda a América do Sul é importante para o Flamengo, a questão, no entanto, fica em cima do salário do atacante que gira em torno de 800 mil reais mensais. 

Renovar por mais do que isso é algo que o departamento de futebol não espera fazer, por isso, pretende contar com a boa vontade do jogador para permanecer no clube pelo menos até dezembro deste ano. 

 

 

Fonte: Portal Goal

Publicado em Esportes

Com gol a assistência, lateral-esquerdo é o nome da vitória sobre o Cianorte

 

Com ampla superioridade, o Inter bateu o Cianorte por 2 a 0 nesta quinta-feira, no Beira-Rio, e largou com vantagem no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Iago foi o grande destaque da equipe, com o primeiro gol e a assistência na medida para Edenílson anotar o segundo.

Após a partida, o lateral-esquerdo se mostrou satisfeito com a atuação individual. Por outro lado, preferiu exaltar a força coletiva do Inter.

– Fico muito feliz por esse momento, mas tem que destacar o coletivo. Fui feliz em fazer o gol e dar assistência. A equipe vem me dando conselhos, ajudando muito - destaca o garoto de 20 anos.

 

Se Iago era reserva imediato de Uendel, começa a mostrar produção para brigar pela titularidade. Mesmo assim, o jogador ainda não se vê afirmado no time.

– Não sou titular, o Inter tem um grande lateral que é o Uendel. Fico feliz por ser o craque da partida, mas tem que destacar o coletivo - completa.

Com o resultado, o Inter garante classificação até com derrota por 1 a 0. A partida de volta será disputada no dia 14 de março, em Cianorte. Antes, no entanto, a equipe volta a concentrar forças no Gauchão. No dia 7, o time de Odair Hellmann enfrenta o Cruzeiro-RS no Vieirão, em Gravataí.

 

 

Publicado em Esportes

Junior Barranquilla tem jogador expulso logo no início, e Palmeiras aproveita com dois gols de Bruno Henrique e um de Borja. Alvez ainda isolou um pênalti nos minutos finais

 

O Palmeiras estreou na Libertadores com uma vitória contundente: 3 a 0 sobre o Junior Barranquilla, no Estádio Metropolitano. Como canta a colombiana Shakira, "en Barranquilla se baila así". O baile, no caso, foi do Verdão, único brasileiro a vencer na rodada e líder do Grupo 8 - Alianza Lima (PER) e Boca Juniors (ARG) ficaram no 0 a 0.

 

O nome da noite foi Bruno Henrique, aposta de Roger na vaga de Tchê Tchê: ele sofreu a falta que gerou a expulsão de Germán Gutiérrez e marcou dois gols. O outro foi de Miguel Borja, sexto dele no ano. Carrasco do Palmeiras com o Barcelona de Guayaquil em 2017, Jonatan Álvez ainda isolou um pênalti no fim.

Publicidade

 
 
 
 

Só deu Bruno Henrique 
Germán Gutiérrez exibiu notável falta de inteligência logo aos 9 minutos. O Junior era melhor e já havia exigido grande defesa de Jailson em chute de Jonatan Álvez quando o lateral-esquerdo foi com as travas da chuteira na altura do peito de Bruno Henrique em um lance totalmente banal. Foi merecidamente expulso.

Mais 9 minutos se passaram até que Bruno Henrique apareceu de surpresa na área, recebeu de Dudu e estufou a rede do goleiro Viera, em jogada cujo embrião foi um ótimo lançamento de Felipe Melo. O camisa 30, aliás, respirou fundo e mostrou maturidade para não revidar "braçadas" de Teo Gutierrez e Alvez.

La casa de Miguel 
O Palmeiras terminou o primeiro tempo em ritmo reduzido e começou o segundo ainda pior, praticamente anulando sua vantagem numérica, mas Miguel Borja, de atuação nada brilhante até ali, despertou antes que a preocupação tomasse conta.

O colombiano, que comemorou o título da Copa da Colômbia neste mesmo estádio e contra este mesmo rival em 2016, quando defendia o Atlético Nacional, acertou um chute lindo da entrada da área aos 6 minutos da etapa final e fez 2 a 0. Alegria dos familiares e amigos que saíram da pequena Tierralta para vê-lo.

 

Virou passeio 
O segundo gol nocauteou o Junior Barranquilla. Bruno Henrique voltou a aparecer na área aos 26 para receber de Guerra, que acabara de entrar, e marcar pela segunda vez.

Um pênalti duvidoso de Marcos Rocha deu ao time da casa a chance de diminuir, mas o atacante isolou. E ainda houve tempo para outra chance clara, mas Jailson salvou.

FICHA TÉCNICA 
JUNIOR BARRANQUILLA-COL 0 X 3 PALMEIRAS 
Local: Metropolitano Roberto Meléndez, Barranquilla (COL) 
Data-Hora: 1/3/2018 - 21h30 
Árbitro: Enrique Cáceres (PAR) 
Auxiliares: Eduardo Cardozo (PAR) e Juan Zorrilla (PAR) 
Público/renda: Não disponíveis 
Cartões amarelos: Piedrahita (BAR), Borja e Bruno Henrique (PAL) 
Cartões vermelhos: Germán Gutiérrez, aos 9'/1ºT (BAR) 
Gols: Bruno Henrique (18'/1ºT) (0-1), Borja (6'/2ºT) (0-2), Bruno Henrique (26'/2ºT) (0-3),

JUNIOR BARRANQUILLA-COL: Sebastián Viera; Piedrahita, Rafael Pérez, Alberto Rodríguez e Germán Gutiérrez; Cantillo, Pico, Chará (Luis Díaz, aos 27'/2ºT) e Mier (Jorge Arias, aos 33'/1ºT); Jonatan Álvez e Téo Gutiérrez (Luis Ruiz, aos 16'/2ºT). Técnico: Alexis Mendoza.

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antonio Carlos, Thiago Martins e Victor Luís; Felipe Melo, Bruno Henrique (Thiago Santos, aos 27'/2ºT) e Lucas Lima (Guerra, aos 23'/2ºT); Willian, Dudu e Borja (Gustavo Scarpa, aos 32'/2ºT). Técnico: Roger Machado.

Publicado em Esportes

Pela nona rodada do Campeonato Paulista, o São Paulo volta a campo neste domingo, às 19h30 (de Brasília), contra o Linense, fora de casa

 

A vitória do São Paulo por 2 a 0 sobre o CRB-AL, na noite desta quarta-feira, no Morumbi, não diminuiu a pressão sobre o técnico Dorival Júnior. A análise é do próprio treinador, que foi mantido no cargo pela diretoria, a quem agradeceu pelo respaldo.

 

“Não tem diminuição de pressão. Infelizmente o futebol no nosso país é assim, tenho de entender. Não falta trabalho, lealdade, tive uma resposta muito positiva da diretoria porque sempre demonstrei muita dignidade com o clube. Fico feliz de ter tido essa resposta”, afirmou Dorival, em entrevista coletiva.

 

PSG, Corinthians, São Paulo e Espanhol; que quarta no FOX Sports!

 

O momento de maior turbulência de Dorival ocorreu após o revés para o Ituano, na semana passada, no interior. No dia seguinte, o treinador foi cobrado por um melhor desempenho da equipe em reunião com a diretoria, que resolveu dar um voto de confiança em seu trabalho.

 

“Fico muito satisfeito, independentemente de ser o Dorival, pelo respeito e dignidade que houve na diretoria. Analisam o dia a dia do trabalho, sabem o que tentamos fazer, e não se esqueceram que há poucos meses estávamos na zona de rebaixamento e finalizamos o segundo turno do Campeonato Brasileiro perto da liderança. Além do objetivo alcançado, as pessoas viram que algo mais poderia ter acontecido”, rememorou.

 

Com o resultado desta noite, o Tricolor encerrou um jejum de três partidas sem vitórias. Antes, havia perdido para Santos e Ituano e empatado com a Ferroviária, pelo Campeonato Paulista. Ainda assim, o comandante não fala em relaxar.

 

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

 

“Não tem como. Todos em volta relaxam, assessor de imprensa dorme como bebê, mas treinador não tem isso (risos). A pressão é muito grande, aqui no País é absurdamente estúpida. Poderia ter goleado, ser líder do Paulista, mas não faz parte do dia a dia do treinador relaxar”, resignou-se, antes de revelar o seu mantra antes de dormir após os jogos.

 

“Faço o que sempre faço. Vou fazer minhas orações, agradeço e procuro dormir, lá pelas 5 (horas) da manhã, e 7 já estou de pé trabalhando, pensando no Linense”, contou, antes de ter conduta ponderada ao analisar o resultado da partida, válida pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

 

“É uma vantagem mínima, acho que ela é importante, mas não deixa de ser mínima. Isso fará com que não relaxemos em momento nenhum, confio muito na minha equipe e sei o que pode produzir dentro e fora de campo”, concluiu.

 

O duelo de volta contra o CRB está marcado para o dia 14 de março, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Pela nona rodada do Campeonato Paulista, o São Paulo volta a campo neste domingo, às 19h30 (de Brasília), contra o Linense, fora de casa.

 

 

Publicado em Esportes

"Quem proíbe o jogador de participar disso está, indiretamente, apoiando ideias reacionárias", disse ex-jogador, sem citar o colega de Rede Globo

 

O ex-jogador e hoje comentarista Walter Casagrande entrou na discussão sobre o papel dos esportistas em manifestações políticas, levantando por seu colega de Rede GloboTiago Leifert. No mesmo espaço usado por Leifert, uma coluna no site da revista GQ, da editora Globo, Casagrande relembrou sua participação, ao lado do amigo Sócrates, na democracia corinthiana, e disse que os atletas têm o direito de se posicionar politicamente.

 

“Quem proíbe o jogador de participar disso está, indiretamente, apoiando ideias reacionárias”, afirmou Casagrande, sem citar o colega em nenhum momento no texto. No início da semana, Leifert causou muita discussão ao defender que “evento esportivo não é lugar para manifestação política“ e que uma transmissão esportiva deve ser um “desligamento da realidade”, um momento de relaxamento e não de mais tensão. 

Publicado em Política

O último fim de semana acabou ficando marcado por várias lesões de jogadores certos na lista do treinador.

 

Os problemas físicos envolvendo diversos jogadores da seleção brasileira levaram a comissão técnica de Tite a adiar a convocação da equipe para os últimos amistosos antes da definição da relação de jogadores que vai participar da Copa do Mundo. Nesta terça-feira, a CBF comunicou que a divulgação da relação de atletas para os jogos contra Rússia e Alemanha ocorrerá apenas em 12 de março.

Inicialmente, essa convocação estava agendada para a próxima sexta-feira. O adiamento, portanto, foi de dez dias. "Temos uma situação diferente de outras convocações. São pelo menos cinco jogadores que necessitam de uma observação médica e física mais elaborada, para que possamos convocar embasados e com as informações necessárias", afirmou Edu Gaspar, coordenador de seleções, ao site oficial da CBF.

O último fim de semana acabou ficando marcado por várias lesões de jogadores da seleção. A maior preocupação envolve Neymar que teve uma fissura no quinto metatarso do pé direito em partida contra o Olympique de Marselha, um problema de pode levá-lo a ser operado, situação que ainda não foi confirmada pelo Paris Saint-Germain.

Companheiro de clube de Neymar, o zagueiro Marquinhos sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda, leve, no compromisso do PSG. Além disso, o volante Fernandinho sofreu lesão no mesmo local que o zagueiro durante a decisão da Copa da Liga Inglesa entre o Manchester City e o Arsenal.

Mas a preocupação da comissão não está relacionada apenas a ele,s pois outros jogadores estão longe da melhor forma física ou em recuperação de lesões. É o caso do lateral-esquerdo Marcelo, que faz tratamento para se livrar de uma recente lesão na coxa direita. O zagueiro Miranda até se recuperou de lesão muscular na perna esquerda, mas ainda não voltou a jogar pela Inter de Milão. E o atacante Gabriel Jesus disputou no domingo, contra o Arsenal, o seu primeiro jogo pelo Manchester City após se recuperar de contusão sofrida no fim de 2017.

Assim, como explicou Edu, esse adiamento da convocação, dará mais tempo para a comissão técnica dirigida por Tite avaliar a situação dos jogadores, definindo com mais clareza se eles poderão ser aproveitados nos amistosos da seleção brasileira contra Alemanha e Rússia, nos dias 23 e 27 de março, respectivamente.

"Transferindo a data iremos ganhar de dois a três jogos de cada atleta observado para nossa avaliação. Como sempre, buscaremos o máximo de informações possíveis para uma convocação sem grandes problemas", comentou.

 

Fonte: Agência Estado

Publicado em Esportes

A Taça Guanabara passou, agora é hora do segundo turno. Começa nesta quarta-feira (21), para o Flamengo, a Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Ao contrário dos outros anos, o título do primeiro turno não garante vaga direta na decisão. Porém, se terminar o seguinte com a faixa no peito, aí sim o Mengão aguardará o rival na finalíssima. 

HISTÓRICO

O Flamengo é o recordista de títulos do Campeonato Estadual (34x) e da Taça Guanabara (21x), mas não na Taça Rio. O Mais Querido detém oito títulos (1978 [invicto], 1983, 1985 [invicto], 1986, 1991 [invicto], 1996 [invicto],2000, 2009,  2011 [invicto]). O líder é o Vasco, com 10. 

Disputada desde 1982, a Taça Rio sempre foi a competição de "recuperação" dos times que não conquistaram a Taça Guanabara. Em nove oportunidades um mesmo time levantou as duas Taças e se sagrou campeão sem necessidade de final. O Flamengo conseguiu o feito três vezes, (1978, 1996 e 2011 - as duas últimas de forma invicta). E apenas em 1985/86 conseguiu ser bicampeão. 

 

TABELA 2018

A estreia da 35ª edição da Taça Rio será na quarta-feira, contra o Madureira, às 19h30, no estádio Nilton Santos. Nesta fase, os times do grupo B enfrentam os do C. Os dois melhores qualificados avançam para a semifinal (em novo duelo B x C), e os vencedores fazem a finalíssima. 

No grupo B, o Flamengo terá pela frente a seguinte tabela:

21/02 - 19h30 - FLAMENGO x Madureira - Estádio Nilton Santos

24/02 - 17h - Fluminense x FLAMENGO - Arena Pantanal

03/03 - 17h - FLAMENGO x Botafogo - A confirmar

07/03 - 21h45 - Boavista x FLAMENGO - Bacaxá

10/03 - 19h30 - Macaé x FLAMENGO - Moacyrzão

18/03 - 16h - FLAMENGO x Portuguesa - A confirmar

Com site oficial do Flamengo

Publicado em Esportes

Em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com, técnico explica que não houve conversa sobre valores e garante afastamento do futebol no primeiro semestre de 2018

 
Cuca era o escolhido pela diretoria do Atlético-MG para assumir o comando técnico do time. Quem revelou a preferência foi Alexandre Gallo, diretor de futebol do clube, que disse ter conversado com o técnico nesta segunda. O GloboEsporte.com conversou de forma exclusiva com o treinador, que confirmou o contato e a recusa, garantiu que não houve nenhuma conversa antes de domingo e fez questão de deixar claro que o único motivo para o "não" foi a Copa da Rússia. Ele já tem passagens compradas para ele e a família e vai acompanhar o Mundial "a lazer e a trabalho".
 

Alguns veículos de comunicação de Belo Horizonte publicaram, no último sábado, que o técnico havia recusado uma proposta do Alvinegro. Além disso, muito se falou sobre fatores financeiros que poderiam complicar as tratativas. Cuca garantiu que as partes não chegaram a discutir valores e cravou: não vai trabalhar antes da Copa da Rússia.

 

Veja a entrevista exclusiva com o treinador

 

GloboEsporte.com: No início desse sábado, você e o seu empresário garantiram que não tinham conversado com o Atlético-MG. Nesta segunda, Alexandre Gallo veio a público explicar a negociação e a recusa da sua parte. O que houve de lá para cá?

Cuca: Ontem (domingo) uma pessoa ligada ao Atlético falou comigo. Hoje (segunda) eu conversei com o Gallo por aproximadamente meia hora. Meu episódio com o Atlético foi esse, mais nada. Quando eu escutei falarem "o Cuca pediu muito para vir para o Galo, o Cuca recusou o convite do Galo", já falei: "Eu não vou". Tenho bilhete comprado para a Rússia, para mim, para minha mulher e minhas duas filhas. É a primeira vez na vida que vou viajar com minha família. Vou viajar a lazer e a trabalho também. Quero curtir a Copa. Depois da Copa, se as coisas andarem bem, vamos trabalhar. Vamos deixar as coisas acontecerem de forma natural. Foi isso que falei ontem com a pessoa do Galo que me ligou e foi o que falei com o Gallo hoje, quando ele me ligou. O que tenho para falar é isso. O resto é tudo "fofoquinha", coisa que não tem a ver com nada.

 

Houve conversa de alguém do clube com você na sexta-feira?

- Não, não procede. Não teve conversa comigo na sexta-feira, não houve proposta nenhuma para mim, nem proposta minha para o clube. Não começamos a negociar (valores) porque tenho a viagem agendada para o meio do ano.

A Copa da Rússia, então, foi o único motivo da recusa?

- Foi a única coisa, senão eu teria aberto negociação com o Atlético e não teria problema nenhum. É um lugar que eu gosto muito. Foi só isso. Se não dermos um basta nisso, ficam falando muitas coisas que não são verdadeiras.

Você pode cravar que não vai trabalhar em nenhum clube antes da Copa?

- Não vou trabalhar até lá. Vou cumprir o combinado com minha família. É a primeira vez ao longo da minha vida que vou poder viajar com minha família e, ao mesmo tempo, estar trabalhando, porque é o que você faz em uma Copa do Mundo, ver também se aparecem coisas novas.

 

O que você diria para o torcedor atleticano neste momento?

- A última coisa que ia me prender ou deixar de me levar para o Atlético é o dinheiro. A última coisa. Eu jamais faria isso. Eu não tive proposta e não fiz proposta para o Atlético devido a essa situação especificamente.

Publicado em Esportes
Página 1 de 2

Tapeçaria Maracanã

Programa de reconstrução capilar

 Revista Época

Anunciante Clements

© 2017 - Grupo Interativo Negócios | Jornal Sumaré | Jornal Interativo | Site Interativo

Rua Conceição, 233 - CEP 13.010-916 - Campinas/SP

Fones: (19) 3384-6388 / 99283-6239 Whatsapp

E-mail: contato@jornalsumare.com.br

 

Edições semanais com 5 mil exemplares distribuídos em 175 pontos em toda cidade,
Em supermercados, bancas de revistas e jornais e algumas empresas.