Quinta, 08 Fevereiro 2018 14:10

Novo recurso do WhatsApp é encontrado

Usuários que fazem chamadas no aplicativo terão uma novidade importante em breve

 

São Paulo – Um novo recurso foi encontrado no WhatsApp nesta semana. Agora, o aplicativo, na sua versão de testes, pode realizar chamadas de voz ou vídeo com três ou mais pessoas ao mesmo tempo. Antes, a função era limitada a duas pessoas. A novidade foi descoberta pelo site WABetaInfo, conhecido por testar as versões preliminares do app.

 

Evidências do recurso já haviam sido encontradas nos últimos meses, mas a quantidade de pessoas que pode participar das chamadas simultaneamente só foram detectadas na última versão beta (v.2.17.443) do WhatsApp para smartphones com sistema Android.

A mensagem que aparece quando tentamos alternar entre chamadas de voz e de vídeo foi o que denunciou a novidade, que ainda está escondida no aplicativo. O recado é o seguinte: Não foi possível alternar entre voz e videochamada porque esse recurso não está disponível em “chamadas em grupo”.

O recurso pode ser útil, por exemplo, para fazer reuniões em pequenas e médias empresas que não têm um sistema de videoconferência para tanto. Vale notar que o WhatsApp recentemente lançou para aparelhos com sistema Android o aplicativo independente chamado WhatsApp Business. Confira como usá-lo no vídeo a seguir.

 

Veja o vídeo de apresentação

Publicado em Tecnologia

O ex-diretor da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, Adailton Avelino, vulgo Cantor, terminou por ser absolvido das acusações sustentadas pelo Ministério Público Federal (MPF) por meio da ação penal ajuizada no âmbito da “Operação Pecúlio”. Além dele, os procuradores Willy Costa Dolinski e Raimundo Araujo Neto, e ainda o ex-secretário de Tecnologia da Informação, Melquizede Souza, também foram julgados inocentes após serem indiciados por fraude à licitação para contratação de duas bandas de pagode que se apresentaram na edição do Carnafalls em 2015. Na manhã de ontem (08) Cantor visitou a redação do jornal Gazeta Diário para comentar o resultado de sua sentença. “Para mim é algo natural. Eu sabia que isto iria acontecer desde o momento em que fui denunciado. Mas a Justiça tem o seu tempo e me restou aguardar este resultado. Para mim a Justiça foi feita. Não tinha como ser de outra maneira”, iniciou. (Bruno Soares – reportagem/Foto: Divulgação)

Publicado em Economia

Em reconhecimento à sua atuação no seu primeiro ano como vereador, Hélio Silva foi homenageado com o Prêmio Comunicação e Destaque 2017. A solenidade aconteceu no Auditório Franco Montoro da Assembleia Legislativa/SP, no último dia 26/10. A premiação tem como objetivo, reconhecer  personalidades, celebridades e empresários  que,  em seus segmentos, se destacaram no ano corrente. Em reconhecimento à contribuição social  de cada um em seu  segmento,  principiantes  de destaques também foram honradamente premiados.

“Agradeço a população sumareense que confiou em mim seus votos e é uma honra receber este prêmio como vereador revelação. Dedico meus dias a trabalhar em prol do município de Sumaré e de nosso povo. Esse prêmio vem reconhecer o meu esforço e fortalecer o meu trabalho, estimulando a caminhada que ainda tenho a cumprir”, comentou.

Além de Hélio, 185 personalidades do meio político e artístico também foram homenageados nesta noite de gala, entre elas o cantor Silvio Brito. O prêmio foi idealizado pelo dono da Revista Mundo da Fama, Billy Jackson, e pela apresentadora e empresária Viviane Alvez.

Billy Jackson afirma que o prêmio vem crescendo. “Nossa revista é conhecida no meio artístico e é por meio dela que fazemos as pesquisas para selecionar os homenageados”, afirma.

 

Fonte: Câmara de Vereadores de Sumaré

Publicado em Sumaré

Alunos de Sumaré assistem, nesta sexta-feira, dia 18, a apresentação de uma trupe divertida e cheia de histórias interessantes que fala sobre temas importantes como o respeito às diferenças e a inclusão social. O espetáculo Cada um é Um, da Cia de Teatro Mundo da Lua, faz parte do projeto Viva a Diferença – 2ª edição, realizado via ProAC, com produção da Direção Cultura, consultoria de Campinas que há 17 anos atua na disseminação da arte e cultura.

 

Com recursos musicais, de mímica, clown e bonecos, a peça, dirigida para crianças de cinco a 10 anos, é composta de vários quadros interpretados por três atores músicos que falam de assuntos sérios por meio de brincadeiras. Sob direção de Ana Caldas Lewinsohn, o espetáculo diverte, mas também leva a reflexões sobre o respeito e a aceitação do outro e sobre a existência das diversas singularidades. A combinação garante uma plateia atenta e participativa.

 

“As crianças entendem bem a mensagem do espetáculo, que traz o tema de forma muito sutil e lúdica. A gente fala das diferenças entre as coisas, as pessoas, as cores com muita simplicidade e leveza. Para as crianças é uma experiência muito divertida”, ressalta Valdo Matos, fundador do grupo Mundo da Lua Teatro e ator da peça.

 

No mês de junho, mais de mil crianças aprenderam e se divertiram com as apresentações em escolas e espaços culturais de Hortolândia, Sumaré e Campinas. A iniciativa conta com o patrocínio de Villares Metals e Buckman via ProAc (Programa de Ação Cultural) do Governo do Estado de São Paulo.

 

Sobre a Cia. No Mundo da Lua

Fundada em 1992 por Valdo Matos e Renata Mucci, o grupo se destacou no aprimoramento do trabalho de ator como veículo fundamental de expressão teatral. Esse caráter singular de interesse pelo desenvolvimento técnico e artístico do grupo estendeu-se para as áreas de teatro de animação, a improvisação e as linguagens e técnicas do clown. A trupe já se apresentou por todo Brasil e na Espanha.

 

Sobre a Direção Cultura

Há 17 anos, a Direção Cultura presta consultoria e desenvolve projetos culturais, sociais e esportivos em parceria com empresas, artistas, ONGs e órgãos públicos. Aliados a ações de responsabilidade social, educação, meio ambiente e cidadania, nossos projetos alcançam diversos públicos e promovem o desenvolvimento com resultados efetivos e transparentes.

 

Ficha Técnica

Atores: Valdo Matos, Renata Mucci e Adriel Job

Direção: Ana Caldas Lewinsohn

Cenários: Grupo Garrucha

Figurinos: Amarilis Arruda e Flavia Arruda

Técnico de som e iluminação: Gilberto Gatti

 

Imagens no link: http://migre.me/wHVsp

 

SERVIÇO

Sumaré 

18/08 – E.M. Jardim Maria Antônia

Apresentações às 10h e 13h30

 

Fonte: Infinito Comunicação

Publicado em Sumaré

Os vereadores de Sumaré aprovaram o projeto de lei nº 94/17, de autoria do vereador Marcio Brianes (PCdoB) que obriga as empresas concessionárias de energia elétrica e água a emitir recibo de comparecimento quando promover a leitura dos contadores, o qual deverá conter as seguintes observações: data da visita e o horário, nome do empregado responsável pela medição e a leitura feita.

A votação aconteceu na 23ª Sessão Ordinária do ano realizada na noite desta terça-feira (08/08) na Câmara Municipal de Sumaré. Os vereadores também discutiram outros assuntos da cidade, como a saúde, o transporte público, água e esgoto, e aprovaram requerimentos, indicações e moções.

De acordo com o projeto do vereador Brianes, na ausência do proprietário do imóvel ou de um responsável pelo local, o comprovante deverá ser colocado na caixa do correio. “Há um grande número de reclamações com relação às contas e leituras abusivas, pois, segundo os sumareenses já lesados com a prática de cobranças indevidas, é constante as contas apresentarem erros grosseiros, obrigando os responsáveis pelas faturas a procurarem, pessoalmente, seus direitos junto às Companhias fornecedoras dos serviços. Isso, porém, causa transtornos, devido ao tempo dispensado e o desgaste para tentar resolver o problema”, explicou.

Os vereadores aprovaram ainda o projeto de decreto legislativo nº 06/17, de autoria do vereador Josué Cardozo (SD) que confere título de cidadão sumareense ao Padre Henri Karam Amorim. E também aprovaram o projeto de lei nº 99/17, de autoria do vereador Décio Marmirolli (PSB), para regularizar a Rua 21 do Loteamento Parque Virgínio Basso de Rua Antônio Cézar Germiniani.

O vereador Rudinei Olívio Lobo (PRB) pediu vistas do seu projeto de lei nº 72/17 para análise e discussão. A proposta tem como objetivo obrigar as unidades de saúde do município a colocarem placas nas entradas ou recepções identificando as escalas dos médicos, seus nomes e horários de atendimento.

 

Fonte: Câmara Municipal de Sumaré

Publicado em Sumaré

V

ereador Rudinei pede mais transparência nas unidades de Saúde sobre os horários dos médicos

31/07/2017 (Segunda-Feira)

 

Os vereadores de Sumaré discutem amanhã (01/08), durante a 22ª Sessão Ordinária do ano, o projeto de lei nº 72/17, entre outros projetos de lei, indicações, requerimentos e moções. De autoria do vereador Rudinei Lobo (PRB), a proposta tem como objetivo obrigar as unidades de saúde do município a colocarem placas nas entradas ou recepções identificando as escalas dos médicos, seus nomes e horários de atendimento.

“A intenção é ampliar a transparência para os usuários do sistema de saúde. Uma vez que são numerosas as queixas a respeito de longas filas para atendimento em todo o país, inclusive no município de Sumaré”, comentou Rudinei.

 

P

rojeto de lei do vereador Ulisses quer prevenir fenômenos como o “jogo da baleia azul”

 

O vereador Ulisses Gomes (PT) apresenta o projeto de lei nº 85/17 com o objetivo de instituir a Campanha Permanente de Conscientização da Depressão na Infância e na Adolescência. Durante a campanha deverão ser ministradas palestras, seminários e quaisquer outras atividades voltadas para a prevenção, orientação sobre o diagnóstico e o tratamento adequado para a doença, nos postos de saúde, escolas públicas e privadas e demais órgãos e entidades que trabalham com crianças e adolescentes no município.

“É importante o conhecimento do leigo sobre a depressão. A partir dessa informação, os pais podem ajudar em muito seus filhos quando são conhecedores de algumas informações sobre saúde e doenças das crianças”, disse o Vereador Ulisses. “Não por acaso, fenômenos digitais como o famigerado ‘jogo da baleia azul’, que causou grande preocupação entre as famílias brasileiras, ganham força entre os mais jovens, que encontram na automutilação uma forma de pedir socorro”.

 

S

upermercados de Sumaré deverão ter pelo menos um carrinho adaptado para pessoas com deficiência como prevê projeto do vereador Valdir

 

O vereador Valdir de Oliveira (DEM) apresenta o projeto de lei nº 78/17 na 22ª Sessão Ordinária do ano a ser realizada nesta terça-feira (01/08). O objetivo é exigir que supermercados e similares sejam obrigados por lei a destinarem, por loja, no mínimo um carrinho adaptado para pessoas com deficiência.

O projeto prevê que para os supermercados que possuem a partir de 500 carrinhos comuns deverão destinar no mínimo cinco carrinhos adaptados por loja. “O presente projeto é uma alteração à Lei nº 5.926 (sancionada 10 de abril de 20170) para atender uma adequação da quantidade de carrinhos adaptados, entendendo que os usuários serão atendidos e os estabelecimentos diretamente ligados à Lei não terão prejuízo”, explicou o vereador Valdir.

 

P

rojeto de lei do vereador Marcio quer proibir cobrança de taxas para liberação de documentos acadêmicos como diplomas e certidões

 

As reclamações dos estudantes contra taxas cobradas pelas faculdades e escolas de nível médio motivaram a criação do projeto de lei nº 86/17 do vereador Marcio Brianes que pede a proibição da cobrança. A proposta será discutida na 22ª Sessão Ordinária do ano a ser realizada nesta terça-feira (01/08) a partir das 18 horas.

Em seu artigo 1º, o projeto determina que fica vedada a cobrança, pelas instituições educacionais, da primeira emissão de documentação comprobatória do curso de nível fundamental, médio e superior, bem como da primeira via de documentação comprobatória das atividades acadêmicas oferecidas aos estudantes nela matriculados ou formados.

O texto explica que documentação comprobatória é diploma, certificado, histórico escolar, certidão e declaração acadêmica e escolar em geral, como os que atestam programas de curso, horários e turnos de aulas, estágios, planos de ensino, negativas de débito na instituição e na biblioteca, disciplinas cursadas, para transferência , colação de grau, de conclusão de curso, atestado de natureza acadêmica ou escolar e assemelhados.

“Trata-se de um problema que vem incomodando há muito tempo os estudantes de nível superior e também de nível médio, técnico ou não. As faculdades, universidades e escolas, não só privadas como também algumas públicas, vêm cobrando taxas absurdas para liberação de qualquer tipo de documentação acadêmica que tenham que expedir”, disse Marcio Brianes.

 

O

 Programa Municipal de Incentivo à Doação de Sangue é a proposta apresentada pelo vereador Edgardo

 

O substitutivo total ao projeto de lei nº 60/17 dispõe sobre a criação do Programa Municipal de Incentivo à Doação de Sangue e será discutido nesta terça-feira (01/08) durante a 22ª Sessão Ordinária do ano. De autoria do vereador Edgardo Cabral (PRB), o programa tem como objetivo fundamental a conscientização da importância e necessidade da doação voluntária de sangue e o aumento do número de doadores.

O projeto prevê que o Poder Executivo possa celebrar convênios que visam à cooperação técnica ou financeira, com entidades de direito público ou privado. “É preciso adotar ações inovadoras para promover uma mudança de comportamento da população em relação à doação voluntária de sangue”, disse o vereador Edgardo.

Publicado em Sumaré

Fronius apresenta sistema de soldagem Arcing: A prova d´agua

Fenasucro 2017 acontece em agosto

 

São Bernardo do Campo, 28 de julho de 2017 – A ÚNICA – União da Indústria da Cana-de-Açúcar – e o Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), concluiu no final de abril deste ano a estimativa para Safra 2017/2018 de cana-de-açúcar. A previsão indica 585 milhões de toneladas, queda de 22,14 milhões de toneladas em relação às 607,14 milhões de toneladas processadas na safra anterior. Esta queda resulta, sobretudo, da ligeira retração na área disponível para colheita e da diminuição esperada na produtividade agrícola do canavial a ser colhido no ciclo 2017/2018.

Um dos maiores problemas enfrentados pelas indústrias de cana é na hora da moagem. São poucas empresas que ainda dispõem de tecnologia para enfrentar as chuvas, sem contar, que há muitos equipamentos no mercado que tem danos irreparáveis quando molhados.

A Fronius - líder em tecnologia no setor de solda – dispõe de tecnologia de última geração através de seu sistema de soldagem Arcing: desenvolvido para revestimento em frisos dos rolos de moendas das usinas de açúcar e álcool.

 

Por possuir um sistema moderno e seguro, não necessita de um operário.

A máquina apresenta um desgin portátil e foi criada especificamente para a atuação em ambientes severos, como, debaixo de água e superfícies sujas devido ao esmagamento de rolos de moendas de açúcar durante a moagem.

O equipamento apresenta duas opções ao cliente: trabalhar com um ou dois arames. Com dois arames é possível otimizar ainda mais o tempo de produção, mas ambos proporcionam total segurança na operação. Por ter tochas refrigeradas, o consumo do bico de contato (que faz a solda) é menor, resultando em menos paradas e reduzindo a manutenção do sistema. Outra vantagem para o consumidor é que pode ser utilizado para realizar reparos nos frisos durante a safra, ou seja, onde há desgastes contínuos (linhas de desgaste localizadas entre o material do friso e a camada da lateral aplicada – veias de desgaste que geram a quebra de pedações do friso).

O Arcing utiliza duas fontes de soldagens reguladas e monitoradas pelo microprocessador de cada máquina. Oferece uma perfeita ignição que impede que o arame grude no rolo na hora de desligar o arco. Em caso de queda de energia, o equipamento não precisa ajustar ou ser programado novamente. Basta acessar o programa, referenciar e reiniciar a soldagem. Para facilitar sua manipulação, contém estabilizador de arco totalmente digital, faixa de entrada de energia estendida, multivoltagem compatível e um gabinete montado no carrinho da própria fonte de soldagem. É protegido pelo IP 67 ** (veja abaixo), ou seja, produto completamente protegido à prova de poeira e água. Ou seja, o sistema suporta por 30 minutos sua imersão dentro da água em profundidade de até um metro. A soldagem pode ser realizada de diversas formas: picote, solda lateral, solda base, solda de sobrebase e chapisco.

** Sistema de avaliação de proteção IP é um padrão definido pela norma internacional IEC 60529. O sistema de avaliação classifica o grau de proteção fornecido por um compartimento de equipamento elétrico contra objetos sólidos (poeira) e líquidos (água, óleo, etc).

 

Feira do setor

Entre os dias 22 e 25 de agosto de 2017 acontece a Fenasucro, única feira a reunir todo o setor sucroenergético. A exposição acontecerá no Centro de Eventos Zanini, em Sertãozinho/SP, das 13h às 20h.  A multinacional austríaca Fronius estará presente com o sistema de soldagem Arcing, ideal para o revestimento em frisos dos rolos de moendas das usinas de açúcar e álcool.

 

Sobre a Fronius

É líder em tecnologia em todos os segmentos atuantes e está presente no mundo todo e com uma importante participação na Europa, nas Américas incluindo o Brasil. Em território brasileiro, sua matriz está localizada em Diadema (SP) e dispõe de cinco filiais:   São José dos Pinhais – PR, Contagem – MG, Araraquara – SP, Caxias do Sul – RS e Manaus - AM.

Publicado em Sumaré

 

 

Os vereadores de Sumaré aprovaram o projeto de lei nº 76/17 do vereador Marcio Brianes (PCdoB) na 18ª Sessão Ordinária do ano realizada nesta terça-feira (06/06). O projeto autoriza o Poder Executivo a fixar e cobrar preço público mensalmente pela ocupação e uso do espaço de solo em áreas públicas municipais pelos postes fixados em calçadas e logradouros, de propriedade da concessionária de energia elétrica que os utiliza.

 

O projeto prevê que postes são as estruturas de concreto, metal, madeira ou outro material, que suportam os fios, cabos e equipamentos das redes de energia elétrica, telefonia, iluminação pública, difusão de imagens e sons, entre outras.

 

“As CEE (Concessionárias de Energia Elétrica) cobram taxas de outras empresas, como Telefonia e Internet, para que utilizem seus postes. Enquanto que os munícipes contribuem com seus impostos para a ocupação do solo através do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Portanto, nada mais justo que a concessionária de energia também pague pelo solo que ocupa”, comentou Marcio Brianes.

 

O vereador explica que as CEEs existem para explorar serviços de distribuição e fornecimento de energia elétrica, mas vêm agregando valor aos postes ao locar espaços para empresas de Telecom e até as pequenas empresas vêm brigando por espaços nesses postes.

“Os postes de transmissão de energia elétrica são usualmente alugados para empresas de telefonia, de fibra ótica e tantas outras que necessitam de uma forma segura de transmissão de dados, representando uma importante fonte de renda para as empresas concessionárias que, se utilizando o espaço público sem qualquer contraprestação, além de lucrarem com a atividade de distribuição de energia elétrica, também obtêm grandes lucros com o ‘aluguel’ dos postes, enquanto que imóveis residenciais, comerciais e industriais, por exemplo, pagam IPTU, bem como outras tantas atividades – como eventos, filmagens e propaganda em outdoors pagam pelo uso de áreas públicas”, concluiu.

 

VEREADORES APROVAM PROJETO QUE PROÍBE CHUMBINHO

 

A proibição de distribuição, venda e comercialização de agrotóxico pertencente ao grupo químico dos organofosforados e carbamatos, mais conhecido por “chumbinho”, pode se tornar lei. Na noite desta terça-feira (06/06), os vereadores de Sumaré aprovaram o substitutivo total ao projeto de lei nº 59/17 do vereador Tião Correa (PTB) por unanimidade.

 

O chumbinho produz risco à vida humana e animal e a proposta é que seja proibida a venda em farmácias, supermercados, mercearias, lojas agropecuárias e similares em Sumaré.

 

A multa para a violação do determinado é de R$ 10.000,00. “O número de mortes de pessoas devido à ingestão do veneno é alarmante, chegando a abalar negativamente os indicadores de saúde pública. Faz-se imprescindível, portanto, a intervenção do Poder Público para combater a venda ilegal do produto”, comentou o parlamentar.

 

PROJETO ADIADO

 

O vereador Hélio Silva (PPS) pediu vistas no projeto de lei nº 78/17 do vereador Valdir de Oliveira (DEM). O projeto altera a Lei nº 5.926 tornando obrigatório aos supermercados e similares, localizados no município de Sumaré, a destinarem, por loja, no mínimo um carrinho adaptado para pessoas com deficiência. Sendo que para os supermercados ou similares que possuam a partir de 500 carrinhos, ficam obrigados a destinarem, por loja, no mínimo cinco carrinhos.

PROJETO REJEITADO

A maioria dos vereadores de Sumaré reprovou por 13 votos favoráveis e 06 contrários o projeto de decreto legislativo nº 04/17 vereador Fininho (PSD) que confere Título de Cidadão Sumareense ao senhor Satoshi Ito.

 

Fonte: Câmara Municipal

 

 

Publicado em Sumaré

Na 10ª Sessão Ordinária do ano será realizada nesta terça-feira (11/04) e os vereadores de Sumaré irão analisar o projeto de lei nº 49/17 do vereador Marcio Brianes (PCdoB). A proposta altera a Lei Municipal nº 2244, para conceder a isenção do pagamento de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) aos moradores de residências localizadas em frente de feiras livres, tendo que comprovar por meio de uma declaração da secretaria responsável pelas feiras.

 

O vereador Marcio Brianes entende que os moradores de área com feiras livres passam por muitos transtornos, sendo a dificuldade do acesso à residência com seus veículos, sujeira, perturbação do sossego, entre outros.

 

“Esses transtornos são apenas para residências, pois os comércios são beneficiados pela quantidade de pessoas que transitam nas feiras livres”, explicou Marcio Brianes.

Os vereadores também irão analisar, discutir e votar indicações e requerimentos apontando as necessidades do município e questionando o Poder Executivo sobre fiscalizações em andamento.

 

Fonte: Câmara Municipal de Sumaré

Publicado em Sumaré

O trabalho do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Sumaré nos primeiros três meses de 2017 foi tema da reunião realizada na Câmara Municipal. Durante a apresentação aos vereadores, também foi falado sobre as necessidades e dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores, desde a qualidade da alimentação fornecida até a manutenção dos veículos da frota.

 

O secretário de saúde, Carlos Eduardo Vicente, a coordenadora do SAMU Andreza Cristina Macelari e o diretor Dr. Rodrigo Zanoni, acompanhados do funcionário de apoio à gestão Daines Tanner, falara aos presentes, entre eles o presidente da Câmara Municipal de Sumaré, Joel Cardoso da Luz (SD), e os vereadores Décio Marmirolli (PSB), Dr. Sérgio Rosa (PDT) e Ulisses Gomes (PT).

 

O secretário Carlos Eduardo revelou em qual situação estava o serviço quando assumiu a pasta da saúde no começo do ano. A coordenadora também assumiu em janeiro e o acompanhou na explanação, assim como o Dr. Rodrigo Zanoni.

 

Foi discutido sobre a manutenção e o estado dos veículos da frota; a condição da marmita oferecida aos trabalhadores que apontam como de péssima qualidade; a capacitação dos funcionários; o atendimento do 192; o tempo resposta; entre outros.

Uma das lutas é o direito à regularização da situação do adicional de risco de vida que é reivindicado há anos pela categoria de enfermagem, benefício este já concedido aos condutores do SAMU.

Fonte: Câmara Municipal

Publicado em Sumaré
Página 1 de 2

Tapeçaria Maracanã

Programa de reconstrução capilar

 Revista Época

Anunciante Clements

© 2017 - Grupo Interativo Negócios | Jornal Sumaré | Jornal Interativo | Site Interativo

Rua Conceição, 233 - CEP 13.010-916 - Campinas/SP

Fones: (19) 3384-6388 / 99283-6239 Whatsapp

E-mail: contato@jornalsumare.com.br

 

Edições semanais com 5 mil exemplares distribuídos em 175 pontos em toda cidade,
Em supermercados, bancas de revistas e jornais e algumas empresas.