Segunda, 05 Fevereiro 2018 14:35

Sem estoque, Sumaré restringe vacina da febre amarela a viajantes com destino a áreas de risco Destaque

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Prefeitura deveria imunizar todos os moradores, segundo a determinação do Ministério da Saúde, mas alega o recebimento de poucas vacinas.

 

Ao contrário do que determina o Ministério da Saúde, a Prefeitura de Sumaré (SP) está restringindo a vacinação contra febre amarela. A cidade está na lista de municípios com recomendação para a imunização, mas, em vez de vacinar todos os moradores, somente aqueles que estiverem com viagem marcada para cidades consideradas de risco podem tomar a dose. O motivo é a falta da vacina.

A administração municipal informou à EPTV, afiliada da TV Globo, que recebeu poucas doses do governo do estado. A superintendente de vigilância em saúde do município, Denise Torce Barja, afirma que recebeu por email a orientação de não ampliar a oferta da vacina. Segundo ela, a cidade não é tratada oficialmente como área de risco.

"A gente entende, pelo que nos é passado pelo Grupo de Vigilância Epidemiológica do estado, que somos área ampliada. É o que nós temos de recomendação oficial até o momento", afirma Denise.

 

Para se imunizar, o morador precisa apresentar comprovante de residência na cidade e informar a área de risco de destino, segundo a superintendente. Mesmo assim, algumas pessoas que preenchem esses requisitos não estão conseguindo a imunização. [Veja o que os moradores têm enfrentado no vídeo, acima]

 

"Se eu dou vacina para quem não precisa, hoje, eu acabo deixando de vacinar quem realmente precisa. É um impasse muito grande. [...] Estamos tentando entrar em contato com o estado [...] pra que ele nos libere o quantitativo que a gente precisa pra poder atender à população", diz.
Na região, também estão na lista do governo federal como cidades de risco para a doença: Campinas (SP), Hortolândia (SP), Itapira (SP), Lindóia (SP), Mogi Guaçu (SP), Mogi Mirim (SP), Monte Mor (SP), Pedra Bela (SP), Santo Antônio de Posse (SP), Santo Antônio do Jardim (SP), Águas de Lindóia (SP), Espírito Santo do Pinhal (SP), Artur Nogueira (SP), Amparo (SP), Jaguariúna (SP), Lindóia (SP), Monte Alegre do Sul (SP), Pedreira (SP), Serra Negra (SP) e Socorro (SP). Veja a lista completa.

Longe do ideal

 

Segundo a administração municipal, a cidade estava recebendo 500 doses por semana do governo do estado. Nesta semana, após novo pedido, são esperadas mil vacinas. O ideal, segundo Denise, são duas mil doses.

"Nós estamos totalmente preparados para dar a vacina na população inteira. [...] Basta que o estado nos envie a vacina", completa Denise.

O Departamento de Saúde Coletiva da cidade explicou à EPTV que todos os moradores da área rural foram vacinados. Era a situação mais preocupante. A decisão de restringir a vacinação aos viajantes só ocorreu após a imunização dessas pessoas.

Ao todo, 2,4 mil doses foram aplicadas este ano na cidade.

 

 

Onde se vacinar?

 

De acordo com a Prefeitura, cinco unidades de saúde estão aplicando a vacina contra a febre amarela. São elas:

 

  • Segundas-feiras: UBS Matão, Avenida Emílio Bosco, nº 825, Jardim Lúcia
  • Terças-feiras: Centro de Saúde II, na Rua Antônio do Vale Mello, 1510, Centro
  • Quartas-feiras: USF Maria Antonia; Rua Osvaldo Vacari, 685, Jd. Maria Antonia
  • Quintas-feiras: UBS Denadai, Rua Luciana Ramos Ayala, 553, Jardim Denadai
  • Sextas-feiras: USF Picerno, Rua da Saúde, s/nº, Jd. Picerno

 

Fonte: G1 Campinas

Ler 990 vezes

Tapeçaria Maracanã

Programa de reconstrução capilar

 Revista Época

Anunciante Clements

© 2017 - Grupo Interativo Negócios | Jornal Sumaré | Jornal Interativo | Site Interativo

Rua Conceição, 233 - CEP 13.010-916 - Campinas/SP

Fones: (19) 3384-6388 / 99283-6239 Whatsapp

E-mail: contato@jornalsumare.com.br

 

Edições semanais com 5 mil exemplares distribuídos em 175 pontos em toda cidade,
Em supermercados, bancas de revistas e jornais e algumas empresas.