A Guarda Civil Municipal de Sumaré inicia na próxima segunda-feira, dia 13, as aulas do PROMAD (Programa Municipal Antidrogas) deste segundo semestre de 2018. Ao todo, serão atendidos 330 alunos de 5ºs anos das escolas municipais Alfredo Castro Donaire (65 crianças), Ramona Canhete Pinto (95) e Profª Eliana Minchin Vaughan (170), todas na região do Matão. Já tiveram início também as aulas do PROMAD Inclusão Social, junto a 30 alunos da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais).

 

O objetivo do programa é reduzir as consequências sociais e de saúde causadas pelo uso de drogas, trabalhando com a prevenção. Os professores são guardas municipais, que orientam as crianças sobre os malefícios das drogas e preparam-nas para solucionarem, de modo seguro, as dificuldades que podem ser encontradas ao longo da vida.

 

 “O PROMAD é uma ferramenta muito especial que temos para auxiliar na formação dos nossos alunos, não só na vida acadêmica, mas como cidadãos de bem. A orientação e conscientização são essenciais para reduzirmos os problemas causados pelo uso das drogas, que afetam não apenas o indivíduo em si, mas toda a sociedade”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

 

O programa é semestral, desenvolvido junto a alunos dos 5ºs anos das escolas municipais. As aulas são ministradas uma vez por semana e os estudantes recebem uma cartilha de atividades e certificado de participação. Ao final do curso, também é realiza a cerimônia de formatura, com a presença da comunidade e dos pais. No primeiro semestre deste ano, foram formados 362 alunos das EMs Antônio Palioto (Centro), José de Anchieta (Centro) e Antonieta Cia Viel (Nova Veneza).

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

 

 

Publicado em Sumaré

Buscando sempre a inserção de todos na sociedade, a Guarda Municipal de Sumaré inicia um novo projeto: o PROMAD (Programa Municipal Anti-Drogas) Inclusão Social, desenvolvido com os alunos da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) da cidade que estão aptos para ingressar o mercado de trabalho. O projeto é pioneiro no Estado de São Paulo.

 

Idealizado pelo GM e professor com especialização em psicologia Hemenegildo Sampaio, o PROMAD Inclusão Social irá trabalhar com 35 estudantes a partir dos 14 anos portadores de atraso no desenvolvimento neuropsicomotor, deficiências intelectuais, múltiplas e TEA (Transtorno do Espectro Autista), utilizando um método chamado Sociointeracionismo, que preconiza que a aprendizagem ocorre em contextos sociais e culturais.

 

As aulas serão semanais e ministradas por Sampaio, coordenador do projeto, e pelas GCMs Silvania Reis e Ana Campos, instrutoras do PROMAD nas escolas municipais. Serão trabalhadas as atividades do cotidiano dos alunos, focando na prevenção às drogas lícitas e ilícitas, além de aspectos de valorização e auto-estima pessoal e profissional. Para isso, os instrutores vão utilizar cartilhas, gincanas, atividades lúdicas e práticas e vídeos. Ao final do curso, haverá a tradicional formatura, quando os estudantes receberão os certificados.

 

“O Sampaio nos apresentou estudos que mostram a importância da interação dos alunos na sociedade para os processos de aprendizagem e como os indivíduos se transformam quando inseridos na comunidade. Visando a inclusão social dos alunos da APAE, elaboramos o programa e conseguimos implantá-lo em Sumaré, envolvendo estudantes que já podem trabalhar. Acreditamos que é por meio da educação inclusiva que é possível aflorar o potencial de aprendizado”, explicou o secretário de Segurança, Ricardo Zequin.

 

“É um orgulho imenso poder implantar esse projeto em Sumaré, um programa que já tem tanto sucesso nas escolas municipais e que será estendido para nossos alunos da APAE, incluindo esse grupo nos processos de aprendizagem e preparação para as dificuldades encontradas no cotidiano. Mais uma vez nossa equipe está à frente, desempenhando um trabalho excelente, não só na proteção da população, mas também desenvolvendo ações sociais que salvam vidas. É mais um grande presente à população nestes 150 anos de Sumaré”, disse o prefeito Luiz Dalben.

 

O lançamento oficial do programa será no dia 30 de julho, juntamente com a inauguração do CECOM (Central de Comunicação) da Guarda Municipal, às 10 horas, em comemoração aos 150 anos de Sumaré. As aulas começarão dia 7 de agosto, às 9 horas, quando também haverá um encontro com os pais dos alunos.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

 

 

Publicado em Sumaré

Após denúncias, a Guarda Municipal de Sumaré apreendeu na tarde de ontem, dia 18, 96 carretéis de linha chilena, utilizadas para o preparo de cerol, em uma residência no Parque Santo Antônio. A responsável admitiu vender a linha para a comercialização do produto e no local foram encontrados uma máquina artesanal usada para preparar linha com material cortante e livretes de enrolar fumo. A mulher foi conduzida para o Plantão Policial.

 

Para inibir o uso e a fabricação de cerol, a Guarda Municipal intensificou o patrulhamento para orientar a população, principalmente as crianças neste período de recesso escolar, sobre os riscos da utilização do material, uma mistura cortante que, aplicada às linhas das pipas e papagaios, tem a finalidade de cortar a linha dos brinquedos de outras pessoas. Além disso, ao se deparar com crianças usando esse material, a corporação faz o recolhimento do produto e encaminha a criança aos pais, alertando sobre o perigo e leis que proíbem a atividade. Em situações com vítima, o responsável será levado ao Distrito Policial e responde a processo por lesão corporal culposa.

 

O uso ou venda de cerol é proibido no Município desde 1998, de acordo com a lei Municipal nº 3224/1998, que também  prevê multa para os responsáveis adultos pelo comércio ou uso do cerol, mas há quem insista em utilizar o produto. A Guarda Muncipal ressalta o perigo em utilizá-lo, pois além do risco de ferir o próprio corpo há ameaças de machucar os indivíduos que estão ao redor. Os maiores riscos são os cortes causados pelas linhas. Os motociclistas e ciclistas são as principais vítimas, e o pescoço é a parte mais atingida, principalmente devido a falta de proteção.

 

Além disso, há o risco às redes de distribuição de energia. De janeiro de 2017 a maio de 2018, a CPFL Energia registrou oito acidentes causados por pipas em toda sua área de concessão, dos quais seis foram graves ou fatais. Entre 2015 e 2017, as pipas foram responsáveis por 13,142 mil interrupções no fornecimento de energia na área de concessão da CPFL Paulista, que atende a 234 municípios do interior paulista.

 

“Nossa Guarda intensificou a orientação e prevenção contra o uso do cerol, um material extremamente perigoso, mas muito utilizado pelos adeptos da brincadeira de soltar pipa, principalmente as crianças. É importante alertar sobre o perigo do uso do cerol, mas vemos nos pais a maior fonte de prevenção. O alerta deve começar em casa, evitando que os jovens vão para as ruas portando objetos perigosos e colocando em risco quem está por perto”, disse o prefeito Luiz Dalben.

 

 

 

 

 

ORIENTAÇÕES PARA SOLTAR PIPA DE FORMA SEGURA

- Não solte pipas em dias de chuva, principalmente se houver relâmpagos;

- Evite brincar perto de antenas, fios telefônicos ou cabos elétricos. Procure locais abertos como praças e parques;

-Tente soltar pipa sem rabiola (rabo de uma pipa ou papagaio que o mantém no ar). Na maioria dos casos, a rabiola da pipa prende na fiação de alta tensão;

- Não empine pipa em cima de lajes e telhados, há risco de queda;

- Jamais utilize linha metálica, como fio de cobre de bobinas ou cerol. Também não faça pipas com papel laminado;

- Ao correr atrás das pipas, muito cuidado com o trânsito;

- Caso uma pipa enrosque em fios, não tente retirá-la. É melhor fazer outra. Nunca use canos, vergalhões ou bambus para alcançá-las ou desenrolá-las.

 

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

 

 

Publicado em Sumaré

A Guarda Municipal de Sumaré, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, realizou na manhã de hoje, dia 26, a “Operação Chorume”, na Avenida Vereador Antônio Pereira Camargo Neto, no Jardim Dall’Orto. Foram vistoriados 39 caminhões de lixo e dois receberam multa por derramar chorume nas vias da cidade. As operações tem o objetivo de fiscalizar e evitar este tipo de infração ambiental, que também traz riscos à saúde dos moradores e de acidentes de trânsito. Neste ano, cerca de 350 caminhões já foram vistoriados e 34 multados.

 

“Realizamos a operação periodicamente em pontos estratégicos da cidade. Muitos veículos são oriundos de outros municípios e utilizam as vias de Sumaré como rota para descartar os resíduos no aterro em Paulínia. Visamos conscientizar os motoristas e as empresas, para que regularizem os veículos e cumpram a legislação. O chorume nas ruas, além de causar o mau cheiro e poluir o meio ambiente, atrai insetos e outros animais transmissores de doenças, tornando-se uma questão de saúde pública. Nossa intenção com essas operações é cuidar dos nossos moradores e da nossa cidade”, afirmou o prefeito Luiz Dalben.

 

As operações são realizadas com base na Lei Municipal nº 5.793 de 2015. De acordo com o inciso 12 do artigo 29, “transportar lixo, resíduo ou produto perigoso derramando na via pública” é infração ambiental, com multa de R$ 3.336,96. Além disso, o derramamento de carga nas vias também é considerado infração gravíssima pelo Código de Trânsito Brasileiro.

 

Além dos fiscais da Secretaria de Meio Ambiente e da SMMUR (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural), os guardas municipais de Sumaré também podem realizar as notificações e aplicar as multas. Cinquenta e seis GCMs foram capacitados como agentes de fiscalização ambiental (15) e de trânsito (41), seguindo decreto do prefeito Luiz Dalben.

 

Os moradores podem auxiliar a Prefeitura na fiscalização, denunciando irregularidades na Guarda. O telefone é 3873-2656.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

 

 

Publicado em Sumaré

A Guarda Municipal de Sumaré realizou na manhã de hoje, dia 20, mais uma “Operação Chorume”, desta vez na Avenida Lindório Constantino, no Parque Itália. Foram vistoriados 51 caminhões de lixo e dois receberam multa por derramar chorume nas vias da cidade. As operações tem o objetivo de fiscalizar e evitar este tipo de infração ambiental, que também traz riscos à saúde dos moradores e de acidentes de trânsito. Neste ano, mais 300 caminhões já foram vistoriados e 32 multados.

 

“Realizamos a operação periodicamente em pontos estratégicos da cidade. Muitos veículos são oriundos de outros municípios e utilizam as vias de Sumaré como rota para descartar os resíduos no aterro em Paulínia. Visamos conscientizar os motoristas e as empresas, para que regularizem os veículos e cumpram a legislação. O chorume nas ruas, além de causar o mau cheiro e poluir o meio ambiente, atrai insetos e outros animais transmissores de doenças, tornando-se uma questão de saúde pública. Nossa intenção com essas operações é cuidar dos nossos moradores e da nossa cidade”, afirmou o prefeito Luiz Dalben.

 

As operações são realizadas com base na Lei Municipal nº 5.793 de 2015. De acordo com o inciso 12 do artigo 29, “transportar lixo, resíduo ou produto perigoso derramando na via pública” é infração ambiental, com multa de R$ 3.336,96. Além disso, o derramamento de carga nas vias também é considerado infração gravíssima pelo Código de Trânsito Brasileiro.

 

Além dos fiscais da Secretaria de Meio Ambiente e da SMMUR (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural), agora os guardas municipais de Sumaré também podem realizar as notificações e aplicar as multas. Cinquenta e seis GCMs foram capacitados recentemente, seguindo decreto do prefeito Luiz Dalben, como agentes de fiscalização ambiental (15) e de trânsito (41).

 

Os moradores podem auxiliar a Prefeitura na fiscalização, denunciando irregularidades na Guarda. O telefone é 3873-2656.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

 

 

Publicado em Sumaré

Em comemoração ao Dia das Mães, celebrado no próximo domingo, dia 13 de maio, a Guarda Municipal de Sumaré realizou na manhã de hoje, dia 10, a “Blitz do Bem” na Avenida Júlio de Vasconcelos, Jardim Santa Terezinha, região de Nova Veneza, para homenagear as mamães que passaram pelo local. Uma rosa foi entregue para cada mãe.

 

“Nada mais justo que prepararmos atividades exclusivas para mães da nossa cidade, àquelas que dedicam a nós, filhos, todo seu cuidado e carinho. É uma singela homenagem a tudo que elas fazem pelas nossas famílias”, comentou o prefeito Luiz Dalben.

 

A Prefeitura preparou uma série de atividades de comemoração à data. Ao longo desta semana, as escolas também realizam atividades com as crianças em comemoração à data. Os alunos participam de confecções de lembrancinhas, desenhos, gincanas, painéis, cartões, palestras e oficinas. Amanhã, dia 11, todas as unidades abrirão as portas para as famílias. Serão diversas ações de homenagem a todos que exercem o papel de mãe, entre elas apresentações de música e dança, bingo, sorteio de brindes, bazares e confraternização. No sábado, dia 12, a EM Ramona Canhete Pinto, no Matão, estará aberta para a comunidade às 9h30. Além de apresentações culturais, as mães receberão um dia de beleza, com maquiagem, penteados e manicures.

 

Já no domingo, no Cemitério da Saudade, das 8h às 12h, haverá tendas para massagem nas mamães, aferição de pressão arterial e testes de glicemia, além de orientações sobre hipertensão, diabetes e tabagismo, orientação psicológica àqueles que sentem dificuldades com a perda de entes queridos e ainda uma equipe de conscientização sobre os cuidados necessários para combater o mosquito Aedes aegypti. A Secretaria de Serviços Públicos também montará um balcão para informações de localização de quadras e sepulturas, facilitando o acesso do público. Há duas semanas, a pasta também está empenhada na manutenção do cemitério, a fim de receber com conforto e segurança a população. A expectativa é que 10 mil pessoas passem pelo local apenas no domingo.

 

As atividades relacionadas ao Dia das Mães também acontecem desde o início do mês junto às famílias assistidas pela Inclusão Social. Os grupos da Melhor Idade, por exemplo, participam de oficinas de artesanato, com produções voltadas para o tema “Dia das Mães”, e os SCFVs (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos), em parceria com as entidades assistenciais, também realizam as chamadas “Festas para a família”, com apresentações de música, dança e teatro das crianças, corte de cabelo e designer de sobrancelha para as mães, bingos, palestras, entre outras atividades. Cada grupo tem sua própria programação, que se estende até o fim do mês.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

 

 

Publicado em Sumaré

A Guarda Municipal, em conjunto com a Secretaria de Inclusão Social e Instituto Resgatar, realizou ontem, dia 25, a ‘Operação Resgatar’ na região central da cidade. A ação é uma iniciativa do prefeito Luiz Dalben e consiste na abordagem social de pessoas em situação de rua com objetivo de oferecer acolhimento e auxílio. Foram abordados 13 moradores e um deles foi acolhido.

 

O trabalho foi realizado nas praças da República e Manuel de Vasconcellos e Terminal Rodoviário. Das pessoas averiguadas, três são oriundas de Sumaré e as demais são do Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas e São Caetano. “Realizamos a abordagem social das pessoas em situação de rua. A maioria das pessoas que abordamos hoje alegou estar de passagem pela cidade e não aceitaram o acolhimento. Só podemos dar prosseguimento ao acolhimento e auxílio se os moradores consentirem. Quando não há permissão, eles são orientadas por nossas equipes”, explicou o secretário de Segurança, Ricardo Zequin, que participou da operação.

 

“As pessoas que aceitam acolhimento são encaminhados para o CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), onde recebem atendimento psicossocial, buscam restabelecer o vínculo com as famílias e realizam uma triagem de quais realmente precisam ser encaminhados para o abrigo e quais conseguem retornar aos lares”, esclareceu a secretária de Inclusão, Rita de Cássia Rosa Pinto.

 

A abordagem dessas pessoas em situação de risco é feita pela equipe de acolhimento do Instituto Resgatar, formada por psicólogos,assistentes sociais e educadores sociais. Após a triagem realizada pelo CREAS, as pessoas que necessitam de um acolhimento breve são encaminhadas para a Casa de Passagem do instituo, onde recebem auxílio psicológico, documentação, restabelecimento de vínculo familiar e toda a parte burocrática. Para as pessoas que fazem das ruas espaços de moradia ou sobrevivência ou que encontram-se sem possibilidade de retorno ao convívio familiar, mas têm vínculos com o município, existe a organização social Caminho de Luz – CALUZ.

 

 “Realizamos s buaca ativa de pessoas em situação de rua por meio das ações do Projeto Acolher.  A Operação Resgatar é a intensificação do projeto, que busca acolher e prestar auxílio para pessoas que merecem condições dignas de sobrevivência.  Em janeiro, aumentamos mais de 100% os acompanhamentos no CREAS em relação aos meses anteriores. Além dessas pessoas acolhidas pelos abrigos, também é realizado o acompanhamento de moradores que não aceitam ir para os lares. Temos que valorizar e resgatar essas pessoas, inserindo-as novamente na sociedade”, comentou o prefeito Luiz Dalben.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

Publicado em Sumaré

A Guarda Municipal de Sumaré, em conjunto com a Polícia Militar, realizou na manhã de hoje, dia 25, a “Operação Chorume” na AvenidaLindório Constantino, no Parque Itália. Foram vistoriados 44 caminhões de lixo e um receberam multa por derramar chorume nas vias da cidade. As operações tem o objetivo de fiscalizar e orientar os motoristas dos caminhões que transportam resíduos  derramando chorume em via pública.

 

“Realizamos a operação periodicamente em pontos estratégicos da cidade. Muitos veículos são oriundos de outros municípios e utilizam as vias de Sumaré como rota para descartar os resíduos no aterro em Paulínia. Visamos conscientizar os motoristas e as empresas, para que regularizem os veículos, cumpram a legislação e protejam o meio ambiente. O chorume nas ruas, além de causar o mau cheiro e poluir o meio ambiente, atrai insetos e outros animais transmissores de doenças, tornando-se uma questão de saúde pública. Nossa intenção com essas operações é cuidar dos nossos moradores e da nossa cidade”, afirmou o prefeito Luiz Dalben.

 

Antes, as operações eram realizadas por fiscais da Secretaria de Meio Ambiente e da SMMUR (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural), com base na Lei Municipal nº 5.793 de 2015, que trata das infrações e sanções administrativas ambientais, e no Código de Trânsito Brasileiro (derramamento de carga nas vias é infração gravíssima). Agora, os guardas municipais de Sumaré também podem realizar as notificações e aplicar as multas. Recentemente, 56 GCMs foram capacitados para atuarem também, conforme decreto do prefeito Luiz Dalben, como agentes de fiscalização ambiental (15) e de trânsito (41).

 

Os moradores podem auxiliar a Prefeitura na fiscalização, denunciando irregularidades na Guarda. O telefone é 3873-2656.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

Publicado em Sumaré

O prefeito Luiz Dalben entregou na manhã de hoje, dia 20, um veículo do modelo Sprinter para a Guarda Municipal de Sumaré, destinado ao uso do Grupo de Operações com Cães (GOC). O automóvel faz parte da doação feita para a Prefeitura de Sumaré pela Receita Federal, após pedido do chefe do Executivo, e será integrado à frota do GOC para melhorar as condições de trabalho dos colaboradores e o atendimento à população.

 

O veículo será utilizado para o deslocamento para apresentações do Canil ou trabalhos em outros municípios, sendo possível o transporte dos cães, equipamentos e efetivo no mesmo automóvel, além de servir como “base móvel”, permanecendo instalado em determinado local para atendimento à população.

 

“Para realizar alguma apresentação de Dog Show, por exemplo, precisávamos de mais de uma viatura para comportar todo o equipamento, cães, efetivo. Agora será possível otimizarmos o tempo de transporte e de trabalho, unificando tudo em um só veículo”, explicou o secretário de Segurança, Ricardo Zequin.

 

“Sabendo da possibilidade de doações da Receita Federal, fizemos a solicitação de veículos e vários equipamentos, que vêm para facilitar o trabalho dos nossos colaboradores, trazendo benefícios administrativos, econômicos e sociais para a Prefeitura e nossa população, além de melhorar a qualidade no atendimento. O veículo passou por manutenção e revisão e está pronto para somar às ações do Canil”, comentou o prefeito Luiz Dalben.

 

Estavam presentes os secretários de Segurança e Mobilidade Urbana e Rural, Ricardo Zequin e José Marin.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

Publicado em Sumaré

Em patrulhamento pelas ruas de Sumaré, a equipe do GOT (Grupo de Operações Táticas) da Guarda Civil Municipal de Sumaré prendeu ontem, dia 12, um indivíduo que era procurado pela Justiça, no Jardim Nova Terra, região do Matão. Os guardas perceberam que o rapaz, de 25 anos, ficou nervoso ao notar a presença da viatura e tentou fugir. Abordado, ele não portava nada de ilícito, porém, em consulta, o GOT verificou que havia um mandado de prisão expedido contra o jovem. Ele foi conduzido ao Plantão Policial, permanecendo à disposição da Justiça.

 

Por meio do patrulhamento ostensivo e da realização de diversas operações, algumas em conjunto com a Polícia Militar, a Guarda Municipal tem reforçado a segurança pública em Sumaré. Neste ano, a corporação já atendeu a 530 ocorrências, entre furtos, roubos, tráfico de entorpecentes e outros; vistoriou 70 estabelecimentos comerciais e fechou 34 deles durante as operações Bar Legal, emitindo 17 notificações e 16 autuações; verificou ainda outros 182 veículos e 201 pessoas nas operações Pancadão, autuando três proprietários de carros por som alto.

 

Em 2017, o Município também bateu recordes históricos e alcançou as menores taxas de homicídio e de furtos e roubos de veículos desde que a SSP (Secretaria Estadual de Segurança Pública) contabiliza esses dados. No ano passado, a taxa de homicídios a cada 100 mil habitantes ficou em 11,8. Já a taxa de furtos e roubos e veículos, a cada 100 mil veículos, ficou em 586,44.

 

“Nossa Guarda Municipal está à disposição da população 24 horas por dia, patrulhando por toda a cidade, fiscalizando também crimes ambientais e as leis de trânsito. Nosso objetivo é aproximar cada vez mais os patrulheiros da comunidade, criando uma relação de confiança e promovendo ações de prevenção, que inibam a criminalidade”, comentou o secretário de Segurança Pública, Ricardo Zequin.

 

“A queda nos índices criminais é resultado de um trabalho integrado da nossa Guarda Municipal – que está melhor equipada e mais atuante – junto à Polícia Militar e à Polícia Civil. Já reduzimos os números em 2017 e continuamos intensificando nossas ações garantir uma Sumaré cada vez mais segura aos nossos moradores”, destacou o prefeito Luiz Dalben.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

Publicado em Sumaré

Tapeçaria Maracanã

Programa de reconstrução capilar

 Revista Época

Anunciante Clements

© 2017 - Grupo Interativo Negócios | Jornal Sumaré | Jornal Interativo | Site Interativo

Rua Conceição, 233 - CEP 13.010-916 - Campinas/SP

Fones: (19) 3384-6388 / 99283-6239 Whatsapp

E-mail: contato@jornalsumare.com.br

 

Edições semanais com 5 mil exemplares distribuídos em 175 pontos em toda cidade,
Em supermercados, bancas de revistas e jornais e algumas empresas.